Viajar com os seus filhos!

Viajar com Klorane #2
travel_kids_titre_large

 

Os eventos felizes nunca foram obstáculo para os pais aventureiros; viajar com crianças, mesmo com um bebé pequeno, é possível e até mesmo aconselhado! Não há idade para apreciar todas as maravilhas que o mundo tem para nos oferecer. Viajar com crianças faz-nos ver o mundo de outra forma, provoca encontros, muda o nosso ponto de vista… e a Natureza proporciona belas ocasiões para descontrair e sair dos caminhos convencionais em muitos destinos!

 

 

Descubra o nosso guia de viagem ecológico e amigo das crianças.

 

 

As caminhadas, os belos jardins botânicos, os parques mais bonitos, o espanto no rosto de uma criança quando observa pela primeira vez uma joaninha... e alguns conselhos sensatos para que tudo corra bem!

 

travel_kids_orga_carre

Alguma organização é importante

 

Viajar com um bebé é totalmente possível. Requer uma organização mínima. Se viajar para o estrangeiro, a sua criança precisará de documentos, um passaporte ou um cartão de identificação, dependendo do seu destino. Isto poderá demorar algum tempo, sobretudo se for viajar nas férias grandes!

Informe-se antecipadamente sobre as formalidades administrativas a cumprir, tanto no seu país como no país de destino. Certifique-se também de que leva consigo o boletim de saúde do seu filho e que a sua vacinação está em dia. Não hesite em contactar os serviços da Segurança Social para saber quais são as modalidades de assistência médica disponíveis se precisar de consultar um médico no local de destino, isto permitir-lhe-á viajar com tranquilidade, pois saberá o que fazer se for necessário.

Para facilitar a sua viagem, faça uma check list: anote tudo o que precisa de levar e que não pode, de forma alguma, esquecer-se (brinquedo favorito, objetos, vestuário, jogos, necessaire, medicamentos). Isto facilitará imenso o momento de fazer as malas e fechar a casa!

Tente, tanto quanto possível, viajar “leve”, apenas com o essencial: um biberão, um babete, toalhetes, roupa adequada em número suficiente, fraldas, alguns artigos de higiene, jogos para entreter o bebé durante os trajetos e as refeições. Opte pelas embalagens em tamanho viagem dos produtos de higiene e alimentação (não é altura para mudar tudo nos seus rituais!).

Prepare-se para poder explorar com facilidade, mas respeitando os ritmos do bebé: a sesta, as brincadeiras, as refeições... É a altura ideal para experimentar um lenço porta-bebés como complemento de um carrinho de bebé portátil pouco volumoso, mas bem prático para pôr o bebé a dormir a sesta no restaurante. A maior parte dos hotéis e alojamentos disponibilizam berços, lembre-se de pedir um quando fizer a sua reserva.

Uma viagem para cada idade ?

 

Se é verdade que podemos viajar para quase qualquer parte com um bebé, não deixa de ser aconselhável que adapte a sua viagem à idade do seu bebé. Não se esqueça de que, sobretudo até aos 2 anos de idade, o bebé não paga quase nada pelo bilhete de avião e, às vezes, até aos 4 anos no caso do comboio!

Até aos 6 – 9 meses, o bebé vai consigo para todo o lado. Dorme muito e bastante facilmente, gosta de estar no carrinho ou ao seu colo. Basta simplesmente ter cuidado com o calor forte, o sol e as altitudes elevadas. Os mais pequeninos têm pouco interesse pela praia, portanto, aproveite para descobrir cidades e destinos mais naturais.

A partir dos nove meses inicia-se um período curioso, em que o seu bebé começará a mexer-se mais, já não fica quieto no mesmo lugar, quer tocar em tudo, experimentar tudo… Por volta dos 18 meses quer andar (constantemente!!). Ou seja, não é a melhor altura para viagens longas, salvo se quiser passar horas a caminhar no corredor central do avião.

No entanto, é um período ótimo para o despertar, e a Natureza permitir-lhe-á fazer pausas recreativas durante a descoberta de uma capital ou entre 2 dias de praia.

Por fim, a partir dos 5 anos, as crianças conseguem fazer quase as mesmas atividades que os pais, não devemos subestimá-las. Têm uma curiosidade ilimitada, portanto, as descobertas culturais e desportivas podem começar. Terá a oportunidade de lhes dar a provar outros sabores, de as abrir para as riquezas de outros países, antes de pensarem apenas nos amigos e na consola de jogos!

travel_kids_dest_carre.j

Paris e o seu Jardin des Plantes

A capital francesa oferece muitas oportunidades a uma família jovem. Museus, monumentos, restaurantes, lojas, atividades… mas, se viajar em família, não perca o Jardin des Plantes!

24 hectares de jardins, mais de 15 000 espécies e variedades de plantas; o jardim botânico inclui 12 jardins, mas é, sobretudo, o coração histórico do Museu Nacional de História Natural de Paris. Neste local, com uma riqueza de quatro séculos de aventuras científicas, encontra-se ao mesmo tempo um museu, um jardim botânico e zoológico, um centro de investigação e uma universidade. As crianças deliciam-se tanto com os dinossauros da Galeria da Evolução como com os milhares de plantas existentes nas estufas!

Um local imprescindível no coração de Paris, para passar um dia inteiro ou descontrair após uma ótima manhã nas compras.

LK_travel_kids_paris.jpg

Na Bretanha: o parque zoológico e botânico de Branféré

A Bretanha é um destino familiar por excelência em França: o mar, as praias, os crepes, os festivais e a cultura céltica, um clima ameno (às vezes húmido)… Perfeito para passar o primeiro verão com o bebé!

Arranje um tempo para visitar o parque zoológico e botânico de Branféré, localizado em Morbihan. Neste parque, com vários séculos de existência, há cerca de 1200 animais em liberdade, originários de todos os continentes, que prenderão de certeza a atenção da sua criança. Assistam em conjunto ao espetáculo das aves, participe nas atividades educativas ecológicas: melhorar a compreensão e o respeito pela natureza e dar a conhecer as espécies em vias de extinção, são os objetivos deste parque zoológico e botânico!

Admita, é muito diferente do jardim zoológico tradicional...

travel_kids_bretagne_large

Na Montanha: Chamonix e o Parque de Merlet

A montanha é o destino perfeito para os amantes da Natureza (e para os fãs de esqui, mas terá de esperar algum tempo antes de ensinar o seu pequeno campeão a esquiar). Até um ano ou um ano e meio de idade, poderá transportar o bebé num lenço ou mochila porta-bebés. Por volta dos 5 anos de idade, o seu filho começará a fazer pequenas caminhadas consigo. Certifique-se de que os percursos são acessíveis e não se esqueça da água nem do protetor solar!

Entre essas duas faixas etárias é um pouco mais complicado, pois carrinho de bebé não é realmente adequado para percursos de montanha. Mas não desanime! Se é amante da Natureza e da montanha, visite o Parque de Merlet, em Chamonix, nos Alpes Franceses, na fronteira com a Suíça e a Itália. Situado numa antiga pastagem alpina, a mais de 1500 metros de altitude acima da vila Les Houches, Le Merlet é sobretudo uma varanda excecional com vista para o maciço do Mont Blanc, de fácil acesso e onde poderá passear com o carrinho de bebé.

Camurças, cabras-montês, muflões, marmotas, veados e outros herbívoros da fauna montanhesa movem-se livremente por todo o espaço. A descoberta do parque inclui inúmeras etapas lúdicas, com vídeos, serviços, animações em torno da montanha: o seu filho não terá tempo para se entediar! No total, estão presentes cerca de 80 animais montanheses que pode observar no seu habitat natural. De facto, o Parque de Merlet não tem vedação, pelo que poderá mergulhar em plena Natureza; uma excelente lição de respeito e envolvimento num património preservado.

travel_kids_chamonix_large

A Escócia e Terras Altas

A Escócia é um belíssimo destino para viajar em família, a menos de 2 horas de avião das capitais europeias. Um trajeto bastante fácil, mesmo para uma criança muito pequena: um biberão na descolagem e outro na aterragem, sendo que a maior parte das companhias aéreas transporta os carrinhos de bebé sem despesas adicionais.

A Escócia é essencialmente uma grande lufada de ar fresco para toda a família!

A área de vales arborizados de Trossachs faz parte de um parque nacional que oferece trilhos de caminhada fáceis, como o do Elizabeth Forest Park, permitindo passear pelos lagos. Poderá deambular no meio das ovelhas, perto do rio de Bracklin Falls, visitar castelos e jardins magníficos, mas também aproveitar plenamente os seus momentos em família, pois a Escócia é um país amigo das crianças; encontrará cadeiras para bebé em rigorosamente todos os restaurantes.

travel_kids_scotland_large.

A Suécia e o seu respeito pela Natureza

A reputação da Suécia é incomparável: o modo de vida dos suecos é baseado na serenidade e no bem-estar (o famoso "lagom”); a ordem é percebida como uma libertação, uma lufada de ar fresco num mundo algo caótico. A Constituição sueca garante, como direito adquirido, o acesso de todos à Natureza, em qualquer lugar e até mesmo em propriedades privadas, assim como o direito de colheita, desde que não se exagere. Recupere a ligação com a Natureza, dando um pulinho à Suécia!

Faça uma paragem em Estocolmo, alugue bicicletas (com um pequeno atrelado à frente para transportar a família; é muito chique e realmente prático) e explore a cidade e as suas ilhas: mais de 750 km de ciclovias estão à sua espera! Em seguida suba até à Costa Alta, conhecida pelas rochas de granito vermelho, onde poderá dar a conhecer aos seus filhos alimentos totalmente locais e sazonais.

Se puder, não perca o sul da Lapónia! Aí tudo é pensado para a felicidade dos pequeninos e para facilitar a vida dos grandes. Assim, poderá facilmente levar o bebé consigo para qualquer lugar e descobrir uma região com paisagens e uma cultura de cortar a respiração. “Lagom”, é o que vos desejamos!

travel_kids_sweden_large

 A Itália e a sua Dolce Vita

A Itália é o destino europeu ideal para viajar com um bebé fora da época alta. Combina o clima ameno, Natureza em abundância e cultura em grande formato em cidades mais amigas das crianças do que possamos pensar. Em Itália, a famiglia é sagrada! Há, claro, o Coliseu de Roma, Veneza, Florença...

Dê uma reviravolta na sua estadia e vá ao encontro das camurças, cabras-montês e águias no Parque Gran Paradisio, aventurando-se no Parque Nacional de Abruzzo, onde os criadores de gado coexistem com lobos e ursos, ou passeando pelos belos e exuberantes lagos de Garda e Como.... Mas, acima de tudo… proporcionará uma nova sensação às papilas do bebé ao provar um verdadeiro sorvete!

 

travel_kids-italy_large

Montreal, os parques e o jardim

Costuma dizer-se que o norte dos Estados Unidos e o Canadá são destinos ideais para viajar com uma criança. É verdade que há cidades muito grandes, onde tudo está disponível, mas também há áreas naturais muito extensas. Montreal, por exemplo, permite-lhe combinar tudo isso facilmente. É uma cidade a descobrir em família, onde há inúmeros parques, incluindo o famoso Mont-Royal, tão impressionante na primavera como no inverno sob a neve.

O jardim botânico de Montreal será uma alegria para os mais pequenos… mas também para os mais velhos! Existem aí mais de 22 000 espécies, dez estufas de exposição, uma “Casa na árvore”, cerca de vinte jardins temáticos, e tudo em 75 hectares. Um pequeno bónus? Está ligado ao Insectarium, o que lhe permitirá aceder a uma visita dupla e proporcionar aos seus filhos uma descoberta a dobrar, independentemente da idade deles!

 

travel_kids_ecosse_large

A ilha Maurícia e os seus tesouros

Tínhamos de terminar este Guia de Viagem numa ilha paradisíaca! Embora seja mais conhecida como “O” destino para a lua de mel, saiba que a Ilha Maurícia está longe de ser apenas um complexo hoteleiro de luxo: mantém os seus tesouros bem escondidos e a sua Natureza é extremamente rica. Prefira o inverno austral, de maio a outubro, mais seco e mais ameno. No local poderá desfrutar de uma infinidade de atividades relacionadas com a Natureza: a terra das sete cores em Chamarel, o magnífico jardim botânico de Pamplemousse, as praias a perder de vista, o parque de Vanille, a observação dos golfinhos e pequenos peixes à beira da água azul turquesa... e um local recentemente aberto e imperdível: Ebony Forest. Uma reserva que levou anos a ver a luz do dia, que tem o objetivo de reconstruir a floresta indígena tal como existia no passado. Foram plantadas mais de 140 000 espécies de plantas nativas, entre as quais podem observar-se 5 das 9 espécies de aves endémicas. Uma visita divertida, pedagógica e fora do comum, que deslumbrará toda a gente!

Já percebeu, viajar com crianças, mesmo pequenas, é altamente recomendado, e estas são apenas alguns dos destinos favoritos. As mais belas viagens serão as suas, então, depressa, toca a fazer as malas!

beach-boy-bucket-maurice