O Cupuaçu, uma preciosidade da cosmética proveniente da Amazónia

Alma Botânica: o Cupuaçu
Cupuacu_mains_graines

A Amazónia tem muitas histórias para nos contar e muitos tesouros para nos oferecer.

 

Parta à descoberta do Cupuaçu, um fruto emblemático originário do Brasil com propriedades cosméticas e botânicas pouco conhecidas. Atualmente cultivado pelos camponeses brasileiros utilizando novas práticas agrícolas, mais respeitadoras do ambiente, o Cupuaçu bio da Amazónia é um segredo de beleza que terá impreterivelmente de descobrir!

Um colosso com flores em forma de estrela... 

Essência endémica do nordeste do Brasil, o Cupuaçu é o fruto do Cupuaçuzeiro - Theobroma grandiflorum - uma árvore que exige um clima quente e húmido. A Amazónia, com uma temperatura média anual de, pelo menos, 22 °C e uma taxa de humidade sempre superior a 75%, é ideal para o seu crescimento. Por outro lado, consegue florescer e produzir abundantemente até em solos que não sejam muito ricos em elementos minerais desde os mesmos que sejam bem irrigados. 

Sendo uma espécie de crescimento rápido, o Cupuaçuzeiro pode medir cerca de três metros apenas três anos depois de ter sido plantado. Quando atinge a maturidade é um gigante de 20 metros de altura que exibe uma copa entre 6 e 8 metros de diâmetro, com grandes folhas verde-escuras. Entre junho e dezembro, quando as chuvas são menos abundantes, o tronco e os ramos do Cupuaçuzeiro cobrem-se de múltiplas flores amarelas e vermelho-escuras, cuja parte central é estranhamente parecida com uma estrela-do-mar.

Menos de 1% delas transformar-se-á numa minúscula vagem castanha e fofa: o primeiro sinal do precioso fruto que amadurecerá ao longo de quatro ou cinco meses e será apanhado quando cair ao chão durante a estação das chuvas, entre os meses de fevereiro e abril.

 

santa_luzia_de_tome_hommes

Pilar de uma cultura responsável 

A exploração agro-florestal é baseada na arte delicada de associar várias espécies para recriar um ecossistema equilibrado e preservar a biodiversidade. Esta técnica de produção permite restaurar a fertilidade do solo e diversificar as produções de cada parcela de terreno. Contribui para a melhoria da qualidade da água e o combate à erosão dos solos, permitindo enriquecer a biodiversidade e até mesmo armazenar dióxido de carbono para ajudar a combater o aquecimento global. No norte do Brasil, onde a floresta da Amazónia perde todos os anos 8000 quilómetros quadrados a favor de culturas agrícolas intensivas, alguns camponeses tentam trabalhar de forma alternativa para reflorestar os terrenos esgotados, apostando na exploração agro-florestal.

Sendo uma espécie robusta que carece de poucos cuidados, o Cupuaçu integra-se perfeitamente na implementação de uma exploração agro-florestal na Amazónia. Coabita com o Açaí, de folhas palmadas no topo e bagas energéticas, e a imensa palmeira Bacaba, que proporciona a sombra indispensável às jovens plantas de Cupuaçu. Essas árvores altas abrigam plantas de frutos, como o maracujazeiro ou a aceroleira. Dessa forma, este ecossistema de produção garante rendimentos diversificados aos agricultores.

Para melhorar ainda mais o impacto ambiental das culturas, Klorane Botanical Foundation atua localmente com o Instituto Beraca para acompanhar a implementação de uma produção biológica de Cupuaçu, sem recurso a pesticidas ou fertilizantes químicos, numa exploração agro-florestal em 2 comunidades da Amazónia, em Bela Aurora e Santa Luzia. 

Uma manteiga incrivelmente nutritiva

 

A vagem castanha do Cupuaçu contém uma polpa branca de sabor acidulado, combinando os aromas da banana aos da lima, que é utilizada para confecionar sorvetes, sumos, geleias e outros licores muitíssimo apreciados desde o Peru até ao Brasil, passando pela Bolívia. Mas as incríveis propriedades cosméticas do Cupuaçu escondem-se nas suas sementes.  

 

Da família do cacau, o Cupuaçu contém sementes que são submetidas a secagem e prensagem para a extração de um óleo dourado, que é depois condensado numa manteiga de extraordinário poder nutritivo. Bem conhecido pelos povos indígenas da Amazónia, que o utilizam para tratar o cabelo e hidratar a pele, o Cupuaçu é a base de produtos cosméticos cada vez mais procurados.

Não é de admirar quando se sabe que esta manteiga, conhecida pelas suas virtudes calmantes e reparadoras, tem uma capacidade nutritiva 1,5x superior à da famosa manteiga de kaité...

É por isso que Klorane a utilizou como ingrediente principal da sua nova gama de corpo.  Formulados à base de manteiga de Cupuaçu bio e contendo 96% de ingredientes naturais, os cuidados para o corpo ecológicos Klorane cuidam da sua pele enquanto a sua mente se liberta...

Cupuacu_ouvert.png